Utilizadores de RTM migrados para o SIS-C na Guiné-Bissau

Compartilhe:

Como parte do suporte ao Sistema de Informação de Saúde da Guiné-Bissau, no mês de Maio, a Saudigitus realizou um processo de migração de utilizadores do Real Time Monitoring (RTM) da instância do DHIS2 para a instância do Sistema de Saúde Comunitária (SIS-C). 

Essa migração foi realizada devido à existência de um módulo específico para a Campanha do MILDA (Mosquiteiros Impregnados de Longa Duração e Ação) na Base de Dados SIS-C. Os utilizadores deste módulo são os mesmos que já estavam na outra instância (de rotina), por isso, ao invés de criar utilizadores individualmente, optou-se pela migração.

A migração dos utilizadores foi uma medida eficiente para optimizar o trabalho do Administrador de Sistemas eliminando a duplicação de esforços e simplificando o processo de transição. Ao poupar o trabalho do Administrador de Sistemas, a migração dos utilizadores proporcionou economia de tempo e recursos, permitindo que o foco seja direcionado para outras actividades, como a melhoria contínua do sistema, o suporte aos utilizadores e a análise de dados para tomada de decisões baseadas em evidências.

Com essa migração, a Saudigitus conseguiu unificar os utilizadores nas duas instâncias, garantindo uma gestão mais eficiente e facilitando o acesso às informações relacionadas à Campanha do MILDA. Além disso, essa abordagem de migração contribui para uma melhor integração e harmonização dos sistemas, fortalecendo o SIS da Guiné-Bissau como um todo.

Notícias relacionadas

Em Setembro de 2022 iniciou a avaliação de maturidade de implementação do DHIS2 em Guiné Bissau e Cabo Verde. Esta Read more
Entre os dias 17 e 18 de Outubro, a cidade de Livingstone, na Zâmbia, foi palco de um evento significativo Read more
O teste foi realizado no distrito de Mocuba, província da Zambézia, entre os dias 17 a 23 de Junho e Read more